Avatar

Além do Cabelo
Câncer não é escolha. Bom humor é.

01.maio.2014

bolha news | quem é o chefe mesmo?!

Por Flavia Maoli Nenhum comentário , , , , , , , , ,

Hoje vou falar um pouquinho sobre mim – tenho evitado escrever o Bolha News porque as condições da próxima etapa do meu tratamento ainda estão um pouco nebulosas, então estou guardando as novidades para quando puder escrever a versão definitiva dos fatos! A todos que perguntaram como vai meu tratamento, muito obrigada pela preocupação – muito em breve terei tudo organizadinho e acontecendo, e aí poderei inclusive tentar ajudar quem estiver na mesma situação que eu!

 

Mas hoje vim aqui contar uma reflexão que me ocorreu – e como faz muito tempo que não divido com vocês um texto de pensamentos meu, acredito que seja um bom momento e uma boa reflexão.

 

Pois então! Quem acompanha o blog deve ter me lido dizer pelo menos umas 100 vezes esse ano que “eu estou fazendo projetos lindos, que em breve eles serão divulgados”, etc. Hoje parei para pensar e realmente: tenho APENAS seis projetos rolando – uns começando, uns quaaaaase indo pro ar… sem contar o blog e o meu próprio tratamento (que tem me demandado bastante tempo e paciência).

Exceto pela lenga lenga no tratamento, não tenho do que reclamar! Acredito que nunca fui tão realizada profissionalmente, AMO o que eu faço, AMO cada e mail de agradecimento, AMO cada vez que alguém me reconhece na rua, AMO cada paciente que encontro no shopping ou no bar  usando uma amarração linda no lenço (confesso que fico pensando se ela já viu o Além do Cabelo!), AMO cada vez que eu paro para pensar o quanto esse trabalho pode estar melhorando a vida das pessoas (até as que estão beeeeem distantes). Apenas AMO, AMO, AMO!

E sim, esses seis projetos que estou tocando são todos relacionados ao câncer – e como mostrar pra ele quem é que manda e retomar a autoestima! Afinal, QUEM É O CHEFE DESSA P&%$# MESMO?!

 

Então, desde que minha médica foi me autorizando a tomar certas liberdades, eu nem pestanejei e fui indo: parei de usar a máscara, parei de escaldar pratos e talheres, aceitei viajar, comecei a me reunir com amigos, conhecidos e desconhecidos. E assim as ideias foram pipocando, os contatos aparecendo, os projetos foram tomando forma… Maravilha!

Final de semana passado quase não parei em casa! Fui encontrar amigos, e participar de encontros para divulgar um dos projetos, e – obviamente – compareci ao lindo Evento ADF Contra o Câncer Infantil. Segunda também não parei em casa – quer dizer, até parei – mas foi para escrever no blog e responder e mails! Tenho vivido em um ritmo delicioso – quem me conhece sabe que eu sou daquelas que faz três coisas ao mesmo tempo, tem vinte mil abas abertas na internet, está sempre dizendo “tive uma ideia!”…

E quer saber? Eu adoro ser assim! Adoro poder fazer meus horários – acho que 7 anos na arquitetura me ensinaram o valor criativo de uma casa silenciosa na madrugada. Adoro não ter chefe – apesar de isso ainda ser uma questão a ser organizada, já que às vezes eu acabo emendando muitas horas trabalhando e faço poucas pausas para viver um pouquinho.

Trabalhar em casa: uma das melhores e piores coisas ao mesmo tempo!

Mas sabem quem não é muito fã desse estilo de vida workaholic? O meu corpo! Terça-feira acordei com mil planos, querendo tocar alguns dos projetos, dar uns telefonemas, marcando duas reuniões, anotando na agenda tudo para não esquecer nada! E eis que fui surpreendida com uma febre – não qualquer febre, A febre! Ainda não tinha tido uma febre tão alta desde que saí da Bolha, por isso fiquei bem preocupada. Liguei para a minha médica e a primeira coisa que ela me disse foi: DESCANSA. FICA EM CASA. DORME BASTANTE. 

Sabem aqueles calafrios e aquela sensação de que você tentou comer areia?

Foi aí que eu parei para pensar que, na verdade, eu tenho um chefe sim. Apesar de eu conseguir colocar o câncer no lugar dele e viver a minha vida, meu corpo é meu chefe – e dessa vez foi ele que me colocou no meu lugar! Essa febre foi uma maneira de me dizer ” Vamos desacelerar um pouco? Eu não estou curtindo esse ritmo!”

Passei os últimos dois dias na horizontal, dormindo ou vendo tevê! Dei ao meu corpo a folga que ele pedia – exigia, na verdade!!! E eis que hoje acordei quase 100% – já consigo engolir, estou mais disposta, consigo sentir o sabor das comidas novamente… nada que umas boas horas de sono e alguns remedinhos não resolvam!

Com isso tudo, lembrei de uma frase que eu havia lido há um tempo:

ce54ccafe4d3d5bbec0a3d886d1e1fb2

 

É verdade! Temos que ouvir nossos corpos – eles mandam muitos sinais, a gente que não sabe (ou não quer) ler! Às vezes nós temos que desafiá-lo um pouquinho: quando estamos na academia e achamos que 10 minutinhos de esteira já são muito, quando estamos com preguiça… Mas também temos que entender quando ele nos envia essas mensagens claras tipo “Chega! Eu exijo respeito!”. Eu entendi – e descobri quem é que manda na verdade! 

.

.

.

– Quer mandar uma dúvida ou sugestão? Escreva para alemdocabelo@gmail.com.  Vamos adorar responder!

– Curta a página no facebook: https://www.facebook.com/alemdocabelo

– Siga o Instagram do Além do Cabelo no @alemdocabelo 

– Fonte da Imagem: pesquisa no Google e no Tumblr. Se você é dono de alguma das imagens sem créditos, por favor entre em contato para que possamos creditá-las! 

Voltar

Relacionados

  • A polêmica da carne – o que você precisa saber Leia Mais
  • Projeto Camaleão lança financiamento coletivo para criação de sua sede Leia Mais
  • Projeto Camaleão fecha parceria com Intercity Hotels Leia Mais

COMPARTILHE


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *