Avatar

Além do Cabelo
Câncer não é escolha. Bom humor é.

27.jul.2016

Como eu me sinto quando… meu cabelo começa a nascer

Por Flavia Maoli Nenhum comentário

Seguindo a nossa série sobre fases do cabelo, o Como eu me sinto quando… de hoje é especial para aquela fase linda, iluminada, tão esperada e que #todosama: quando o cabelo volta a nascer depois da quimio! <3 Vamos lá?

Como eu me sinto quando… já terminei as quimios – e tô só esperando o cabelo começar a crescer!

Vamos, cabelinho! Vamos, cabelinho!

Como eu me sinto quando… depois de meses de espera, finalmente começam a aparecer os primeiros fios de cabelo!

 

Como eu me sinto quando… meu cabelo começa a crescer – mas com uma textura toda estranha e cheio de falhas. 

O HORROR!

 

Como eu me sinto quando… me dizem que o melhor é raspar mais uma vez a cabeça depois que o cabelo começa a nascer.

QUE?! Que ideia mais malu… funciona será?!

 

Como eu me sinto quando… resolvo deixar meu cabelo crescer naturalmente – e o querido resolve crescer PRA CIMA! 

Como eu me sinto quando… tomo coragem e raspo – e ele volta com cara de cabelo de verdade!

Melhor conselho EVER: o cabelo nasce com cara de cabelo, sem aquela textura de penugem!

Como eu me sinto quando… alguém passa a mão na minha cabeça sem pedir autorização.

Tira essa mão suja do meu cabelinho precioso!

 

Como eu me sinto quando… já tenho tanto cabelo que dá até pra passar um pente!

Porque né, vai que embaraça!

 

Como eu me sinto quando… alguém vem com aquele papinho “Você pode usar a cabeça raspada porque tem o rosto bonito, coitada de quem é feia…”

Fala com a mão! Não foi uma escolha, e mais respeito com as outras mulheres que também passaram por isso!

 

Como eu me sinto quando… alguém que não me conhecia antes diz que eu fico super bem de cabeça raspada.

Magina! São seus olhos! <3

 

Como eu me sinto quando… me olho no espelho e OPA! Eu realmente me acho bonita de cabeça raspada!

Estilosa, diferentona, sexy, adorei!

 

Dá pra se sentir linda com apenas alguns milímetros de cabelo? Ô se dá! Tudo é uma questão de descobrir o que te favorece nessa fase – veja aqui algumas dicas de como ser uma Carecosa (ou, no caso, uma ex carecosa com cabelinhos curtos!) Lembre-se que autoestima vem de dentro e precisa de exercícios diários de amor próprio pra ser fortalecida!

 

Um beijo e até semana que vem, 

 

Flavi

 

Voltar

Relacionados

  • Touca gelada reduz queda de cabelo em pacientes com câncer Leia Mais
  • Problema de memória? Você pode estar com “chemo brain” Leia Mais
  • Estamos de volta! Leia Mais

COMPARTILHE


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *