Avatar

Além do Cabelo
Câncer não é escolha. Bom humor é.

06.jun.2013

cuidando das unhas

Por Flavia Maoli 9 Comentários , , , , , ,

adc 0901

Normalmente, as unhas costumam mostrar como anda a saúde no restante do corpo – e durante a quimio não é diferente. Por causa das medicações usadas, muitas vezes, elas podem se tornar fracas, quebradiças ou até mesmo cair durante o tratamento. Mas calma! Com os cuidados abaixo, você pode dar o seu melhor para mantê-las bonitas e saudáveis!

1. Não roa as unhas

Apesar de eu mesma ser uma eventual roedora, sei que esse é um hábito nojento e que deveria ser proibido por lei!! Durante a quimio, então, NEM PENSE NISSO! Já falamos sobre isso aqui, mas não custa repetir: o contato entre mãos e boca é a maneira mais fácil de ser contaminado por vírus e nojeiras. Portanto, mantenha as mãos longe da boca!

2. Mantenha as unhas curtas

Adeus, Zé do Caixão! Unhas bem cortadas e lixadas descamam menos, quebram menos e acumulam menos sujeira embaixo (blergh), o que é muito importante pra evitar perebas.

3. Ventile!

Sempre que possível, deixe os pés ventilarem (principalmente depois do banho, quando ainda estão retendo umidade). Também é importante deixar as unhas sem esmalte por uns dois dias entre cada pintura, para que a superfície da unha possa descansar.

4. Não aperte!

Se o sapato está apertando ou incomodando de alguma maneira, não use! Se normalmente sapato que incomoda faz as unhas encravarem… imagina na quimio! Inflamações podem se tornar um pesadelo, incomodar muito mais do que o normal, e até fazer com que as unhas caiam! Ouça seus pés antes de sair de casa!

5. Não remova as cutículas

As cutículas protegem as unhas de inflamações, por isso é importante mantê-las durante o tratamento. Muitas vezes, elas se tornam bem fininhas, quase não aparecem, e podem ser empurradas (veja bem: apenas empurradas, não removidas) para os cantos. Não vale a pena arriscar arrancar um bife tirando as cutículas, e depois ter que lidar com uma unha inflamada quando se está com a imunidade baixa!

6. Seja egoísta!

Não divida seus materiais de unha: lixas, cortadores, alicates, palitos e até esmaltes. A superfície das unhas pode ter fungos e bactérias que ficam armazenados em materiais não higienizados.  Mesmo se você for ao salão de beleza, leve seu kit (incluindo base, esmalte e óleo secante). Não importa o quão limpinho o salão seja – aqueles esmaltes já passaram por muitas unhas, não custa tomar cuidado!

7. Não use acetona

Removedores de esmalte à base de acetona estragam as unhas, além de terem um cheiro forte, que pode causar enjoos. Hoje em dia, existem lencinhos removedores de esmalte sem perfume que, além de removerem tudinho, ainda hidratam as unhas! Como eu só experimentei uma marca, vou indicá-la aqui. Se chama Océane Femme, e está à venda em farmácias e supermercados. Mas se a quimio deixa você com o olfato sensível (como é o meu caso), não esqueça de comprar o sem perfume!!!

Oceane-Femme-Removedor-Sem-Perfume

8. Invista nos esmaltes

Apesar de serem mais caros do que os esmaltes comuns, os esmaltes hipoalergênicos são um ótimo investimento pra quem quer manter as unhas bonitas durante a quimio. Atualmente, diversas marcas possuem linhas hipoalergênicas com cartela de cores bem variada. Vale a pena ter um clarinho e um escuro (vermelho, vinho…), para poder ir variando de cor durante o tratamento. Sugiro o esmalte escuro porque, às vezes, as unhas ficam mais escuras, e aí os esmaltes ajudam a dar uma disfarçada!

9. Invista nos cremes

Muitas das medicações usadas nas quimioterapias causam pigmentação na pele, principalmente nas mãos, pés, joelhos e cotovelos. Pode-se prevenir essa pigmentação utilizando protetor solar diariamente (FPS 30 ou mais), mesmo nos dias nublados ou para ficar em ambientes fechados. Infelizmente, algumas dessas manchas não podem ser evitadas, mas podem ser reduzidas com o uso de cremes à base de uréia, que ajudam a  hidratar e restabelecer a saúde da pele.

Cerinha-Granado

Como lavamos com frequência as mãos, é importante reaplicar o protetor solar ao longo do dia. Existem cremes protetores específicos para as mãos, que podem ser encontrados nos supermercados e farmácias.

Já as cutículas também podem receber cuidados especiais, com ceras protetoras, como a da Granado, que é fácil de carregar na bolsa e hidrata muito bem!

– Quer mandar uma dúvida ou sugestão? Escreva para alemdocabelo@gmail.com, vou adorar responder! 

Voltar

Relacionados

  • Touca gelada reduz queda de cabelo em pacientes com câncer Leia Mais
  • Problema de memória? Você pode estar com “chemo brain” Leia Mais
  • A polêmica da carne – o que você precisa saber Leia Mais

COMPARTILHE


9 respostas para “cuidando das unhas”

  1. Lui disse:

    Adoro essa cerinha nutritiva da granado! Tenho agonia nas mãos de mexer mt com papel, então to sempre passando creminhos!! álcool em gel sempre na bolsa tb 😉 beijos flavi

  2. Rafaela disse:

    Flávia, parabens pela inicitiva e por ser essa pessoa de tanta coragem! Nunca passei por uma situação como a sua e de outras tantas pessoas, mas uma dica que talvez não faça mal compartilhar é o uso do bepantol durante a noite! Eu uso e garanto que ele regenera a cutícula! Não sei se tem algum componente que possa afetar a quimio, mas vale a pena dar uma conferida! Que Deus continue iluminando teus caminhos! Um beijo no coração!

    • alemdocabelo disse:

      Bah, ótima indicação, Rafaela! Vou falar sobre ela depois! Meu médico me indicou bepanthol uma vez, vou conferir com ele se tem alguma contra indicação para quem está fazendo outras quimios! Muito obrigada pelo apoio, continua seguindo o blog! Beijos

    • alemdocabelo disse:

      Olá, Rafaela!! Que baita dica!! Quando for escrever sobre as unhas de novo, vou divulgá-la! Meu médico me indicou bepantol para feridas causadas na pele pela quimio, mas nunca testei nas cutículas! Vou testar!! Muito obrigada por participar! Beijos!!

  3. Liane Patrão Machado disse:

    Olá, Flávia! Pena estar descobrindo você somente hoje! Suas dicas são maravilhosas e com certeza irão ajudar muita gente! Quando fiz quimio, minha pele na ponta dos dedos ficou ressecada e rachou, Ficava tão dura que até parecia unha, e eu não sabia o que fazer. Ainda bem que o tempo passou e melhorou, mas não voltou ao normal.
    Rafaela falou sobre o Bepantol. Ele é muito bom, mas como me distraio muito fazendo trabalhos manuais, não posso ficar com as mãos escorregando. Opção minha: só uso Bepantol quando estou a fim de ver um filme ou entrevista.
    Que Deus a abençoe! Amei sua espiritualidade!

  4. Luisa disse:

    Oi Flávia!! Uma excelente dica, de marcas nacionais, eh optar pelo esmalte Colorama que não tem tolueno nem formaldeido, ao invés de usar o Risquè! Além disso, o Bepantol é excelente para hidratação!!! Parabéns pelo blog!

  5. Aline Leal disse:

    Ótimas dicas, independente do tipo de tratamento pelo qual a pessoa esteja passando!

  6. Michelle Veiga disse:

    Oi Flávia!
    Adoro todas as tuas dicas!! Acompanho sempre porque vou começar meu tratamento e sempre fica alguma dúvida.
    Adoro teu blog. Bjs

  7. […] Dei algumas dicas sobre cuidados com as unhas ano passado (clique aqui para ler) […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *