Avatar

Além do Cabelo
Câncer não é escolha. Bom humor é.

13.set.2013

driblando efeitos colaterais

Por Flavia Maoli 5 Comentários , , , , , , , ,

Segunda-feira fiz a minha última quimio pré transplante – finalmente! Dessa vez, usamos um protocolo chamado GEMOX, que dá poucos – porém bizarros – efeitos colaterais!

Bem que esse podia ser o efeito colateral bizarro, né?

O mais marcante deles é a sensibilidade ao frio, que atinge mãos, pés e boca. Cada vez que tocamos em uma superfície gelada, sentimos um formigamento nas mãos. No começo pode parecer pouca coisa, mas esse efeito colateral atrapalha atividades corriqueiras – como segurar comidas geladas, tocar em torneiras, maçanetas e qualquer objeto metálico, etc. Além disso, a boca toda fica sensível ao frio, então cada vez que engolimos algo gelado ou em temperatura ambiente dá uma sensação estranha, como se estivéssemos engasgando (porque até a garganta fica gelada). Parece papo de louco né? Não sei explicar direito, mas se você estiver tendo esse efeito colateral, vai saber do que eu estou falando!

Enfim, o que eu quero dizer é que eu aprendi uma técnica pra driblar esse efeito colateral! Quando for beber algo gelado ou em temperatura ambiente, dê goles pequenos, colocando o líquido primeiramente na ponta da língua. Deixe o líquido por alguns segundos ali, e engula quando já estiver aquecido. Pronto, problema resolvido!  Na primeira quimio que eu fiz com esse protocolo, quase enlouqueci tomando só líquidos mornos – comer arroz e feijão tomando chá é uma bosta! E agora nos dias quentes, é quase impossível não tomar um geladinho!

Isso ai, goles pequenos!

Em relação ao desconforto nas mãos e nos pés, a única técnica que eu tenho pra indicar é usar água morna, tanto para higienizar as mãos quanto para escovar os dentes, lavar o rosto, etc. No mais, é torcer para o tempo passar logo, porque alguns dias depois o corpo já volta ao normal!

Se você tiver desenvolvido alguma técnica para driblar algum efeito colateral, por favor compartilhe aqui no blog! Pode ser uma maneira de combater enjoos, náuseas, cansaço, ou qualquer efeito colateral bizarro como o que eu citei acima!

.

.

.

– Quer mandar uma dúvida ou sugestão? Escreva para alemdocabelo@gmail.com, vou adorar responder!

– Curta a página no facebook: https://www.facebook.com/alemdocabelo

Voltar

Relacionados

  • Problema de memória? Você pode estar com “chemo brain” Leia Mais
  • A polêmica da carne – o que você precisa saber Leia Mais
  • Respiração Holotrópica – um método de autoconhecimento Leia Mais

COMPARTILHE


5 respostas para “driblando efeitos colaterais”

  1. Parabéns por estar ajudando outras pessoas com o teu dom de comunicar e pensar de uma maneira positiva e prática! Sempre torcendo por ti 🙂 o/

  2. Minha mãe tem esse tipo de efeito, sempre deixamos tudo o mais fácil possível para ela pegar e sempre que precisa pegar algo na geladeira abre a porta fica atrás e pega com pano de prato limpo.
    Boa sorte 🙂

  3. Afonso Brazil disse:

    Tudo de bom para voce !Tenho certeza de que todas as pessoas que te conhecem ,ou não ,estarão torcendo por voce.Minha amiga ,eu sou LLC desde us 9 anos.Ja fiz uma cirurgia ( espleno-Do baço )mas até o momento nunca precisei de tratamento.Meu sangue esta beirando o normal.Por incrivel que pareça tenho alguma sensação de formigamento nos tornozelos e as vezes parece que tem bolinhas ,em baixo dos pés.No mais , tudo bem.Mas nem sempre foi assim .Ja estive com 120.000/mm3 Leucocitos e 100.000 mm3 Linfócitos. atualmente 21.750,mm3 leucócitos e 15.925 linfócitos – Putz q diferença .Boa sorte . Tudo de bom.

  4. Afonso Brazil disse:

    Obs.
    Sou LLC ja a uns 10 anos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *