Avatar

Além do Cabelo
Câncer não é escolha. Bom humor é.

23.nov.2015

Novembro Azul: sexualidade e câncer de próstata

Por Alice Falleiro 2 Comentários , , , , ,

Hoje vamos falar de um tema que envolve todo mundo que passou por tratamento quimioterápico e que acompanha quem está diante de um diagnóstico de câncer. Indo em direção ao universo masculino, as dúvidas, incertezas e questões emocionais atingem em cheio os meninos, em virtude da questão da masculinidade. Por isso, fizemos esse post, para tentar esclarecer algumas questões, mitos e (pre)conceitos sobre sexualidade depois do câncer. Vem com a gente!

Iniciamos falando que as questões ligadas a sexualidade e câncer variam com a idade e com a história de vida e composição familiar do paciente. Lembram, que cada caso (corpo) é um caso (corpo). Assim como não existe ninguém igual a você, nenhum corpo é totalmente igual ao outro!

 

câncer de próstata novembro azul além do cabelo

 

 

Em todos os casos, a questão sexual é sempre um aspecto que deve ser discutido abertamente entre o médico e o paciente. Isso ocorre, porque o diagnóstico pode abalar a autoconfiança e a autoestima do homem, o que pode prejudicar seu desempenho e a sua satisfação sexual.

além do cabelo câncer de próstata novembro azul

Meninas, isso é válido para as mulheres também! Ou seja, todo mundo!

 

O importante é que quanto mais informado da sua situação, mais bem equipado estará o paciente diagnosticado com câncer de próstata (ou qualquer outro tipo de doença) para enfrentar as adversidades e efeitos colaterais. Afinal, sabemos que a notícia de um tumor maligno, não afeta somente a parte orgânica do nosso corpo, as emoções são também atingidas!

 

 

Segundo a psicóloga Ana Georgia Cavalcanti de Melo “Nos tipos de câncer genital masculino, especificamente o de próstata, não é raro que o surgimento de problemas na sexualidade seja influenciado negativamente por fatores culturais. Mitos, crenças e culpas podem aparecer com frequência, principalmente, durante o tratamento, afetando o desejo e o desempenho sexual”.

O desempenho sexual, a dificuldade nas relações afetivas, a autoimagem e a possibilidade de ficar infértil desencadeiam um alto grau de estresse, angústia e ansiedade para os pacientes – tanto homens como mulheres.

Falta de informação, preconceito ou simplesmente não estar atento aos sintomas indicadores do câncer de próstata são alguns dos motivos para esse tipo de câncer ser um dos que tem maior índice de mortandade no país.

 

 

Você acha que é bobagem? Então vamos aos fatos:

 

1. A maioria dos homens nunca consultou um urologista

Pesquisa recente da Sociedade Brasileira de Urologia aponta que mais de 50% dos homens nunca foram ao urologista. Falta de tempo é a razão mais apontada por eles (33%), seguida de perto pela ausência de motivos (32%) ou por medo (15%). Whaaaaat?!

 

Não adianta se fazer de desentendido! Vá fazer seus exames AGORA!

 

2. Câncer de próstata NÃO É sinônimo de morte

O câncer de próstata é uma doença grave, que requer tratamentos invasivos como a cirurgia, mas a grande maioria dos homens diagnosticados não morre por causa dele – desde que a detecção da doença seja em estágio inicial, assim como os outros tipos de câncer, não é mesmo?!

 

3. É uma doença silenciosa

O câncer de próstata em estágio inicial, geralmente, não causa sintomas (ele demora, em média, quatro anos para começar a se manifestar). Entretanto, quando a doença começa a entrar num estágio avançado, alguns problemas se tornam visíveis, como: o jato de urina fica fraco e há dor durante a micção, impotência, presença de sangue na urina ou sêmen. Sempre que surgir um desses sintomas, procure imediatamente um médico.

 

4. Quinze segundos

Esse é o tempo estimado para fazer o exame de toque. A única coisa que o especialista faz é introduzir o dedo na região retal (canal que liga o ânus ao reto) para verificar se existe alguma alteração na próstata. Rápido e praticamente indolor, não tem nada a ver com a sexualidade. É questão de saúde! SAÚDE, ouviram?

 

exame de próstata usain bolt novembro azul

Mais rápido que o exame de próstata só o Usain Bolt! 😉

 

Quebrar barrerias, chutar (pre)conceitos e não ignorar quando o corpo emite algum sinal de que tem algo errado, pode ser a chave para um diagnóstico precoce de câncer de próstata (e todos os outros). Se liga!

 

Beijos,

Alice

 

http://vencerocancer.com.br/pacientes/qualidade-de-vida-2/efeitos-colaterais/sexo-depois-do-cancer-de-prostata-e-possivel/

Voltar

Relacionados

  • A polêmica da carne – o que você precisa saber Leia Mais
  • Respiração Holotrópica – um método de autoconhecimento Leia Mais
  • Receitinha: requeijão vegano de manjericão Leia Mais

COMPARTILHE


2 respostas para “Novembro Azul: sexualidade e câncer de próstata”

  1. BlahOestraich disse:

    Oi Alice, não sabia de várias informações.. teu post com certeza, está ajudando muitos *-*

    bjssss!
    http://www.blahoestraich.com.br/

  2. Alice disse:

    Olá BlahOestraich, fico feliz com esse retorno positivo do post. Foi feito com muito carinho e cuidado. 🙂 Gratidão. Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *