quando a realidade é melhor do que a ficção

Ontem, me prestei a ver a novela Amor à vida. Me prestei – porque eu já sabia que não ia gostar do que ia ver, mas mesmo assim resolvi ver. Pra quem não acompanha a novela, ontem foi ao ar a cena em que Nicole (Marina Ruy Barbosa) morre no altar, depois de saber que seu noivo estava de maracutaia com a sua melhor amiga. Mas ela morreu de que? De câncer? Não, ela morreu de desgosto, no melhor estilo me-segura-que-eu-vou-desmaiar. Mas essa não foi a pior cena – a chegada dela ao “Céu” foi tão medonha que só quem assistiu entende, eu tive vergonha alheia pelos envolvidos! Na verdade, a história toda da Nicole foi M E D O N H A.

Em primeiro lugar, a polêmica do raspa-não-raspa a cabeça. Eu entendo todos os motivos da atriz para não raspar a cabeça – eu mesma acho que não cortaria aquele cabelão lindo se fosse ela – mas, a partir do momento que se assina um contrato para viver uma personagem que tem câncer e que vai fazer quimio, é sabido que vai rolar de perder o cabelo! Se não queria/não podia raspar o cabelo, não devia nem ter aceitado o papel, tenho certeza que muitas atrizes raspariam a cabeça rindo. Mas ok, aceitou o papel e não quis raspar a cabeça.

Dizem que, na história original, Nicole (de cabeça raspada) iria se curar e o noivo falcatrua iria se apaixonar de verdade por ela e largar a pilantragem, e eles viveriam felizes para sempre. Com a recusa da atriz ao novo corte, o autor decidiu mudar a trama – escreveu no twitter inclusive que a história seria “muito romântica, uma das mais lindas que já escrevi”. Desde quando morrer no altar, com câncer, virgem e de olho aberto é uma história romântica?? Em que mundo essa gente vive?!

Defina "história romântica"
Defina “história romântica”

O que eu fiquei pensando foi: essa história foi boa pra quem? Informou as pessoas sobre o câncer? Não, as informações surgiram todas distorcidas. Nicole teve Linfoma de Hodgkin – a mesma doença que eu tenho – um dos cânceres mais curáveis que existe. E, ao contrário do boletim ~médico ~ da personagem, não existe metástase pulmonar nesse tipo de câncer! É tão errado quanto dizer que a garota tinha câncer de próstata! “Ai, tá, mas é só ficção…” Sabe quantas pessoas se informam através da novela? Sabe quantas pessoas que recém foram, ou vão ser diagnosticadas em breve vão entrar em pânico pensando que esse foi o câncer que matou a personagem? Pior ainda, além de passar informações errôneas sobre a doença, a emissora perdeu a chance de passar uma mensagem positiva!

Chega desse clichê tenho-câncer-não-consigo-mais-sorrir. Muitas pessoas, nesse exato momento, estão encarando um tratamento pesado contra o câncer e sorrindo, trabalhando, dormindo, pagando contas, vendo tv, transando, comendo, xingando o grêmio, sabe? A vida não pára só porque se está doente. Ninguém que tenha amor à vida e um diagnóstico de poucos meses restantes vai ficar chorando tanto quanto essa personagem! Se a Nicole fosse minha amiga eu dava de relho pra parar com o mimimi!

keep-calm-and-stop-mimimi-3

Além disso, essa polêmica de raspar ou não a cabeça não faz nenhum sentido. Exceto por algumas poucas quimios que não causam a queda, perder os cabelos não é uma escolha para quem tem câncer. É um momento triste? Sim, é! Para uns mais, para outros menos, mas todos sentimos a diferença na nossa auto imagem. Essa história de a personagem não cortar o cabelo porque queria estar bonita no altar é tenebrosa – ela estaria com o cabelo todo falhado no dia do casamento!  Se tivessem colocado uma touca pra fingir que a atriz estava careca, pelo menos seria mais verossímil. Aí a mensagem que isso tudo passou foi: que ficar careca é feio, que o cabelo define a pessoa, de que quem tem câncer passa o dia choramingo e que o câncer mata.

Pergunto de novo: essa história serviu de inspiração pra quem?! A personagem até poderia morrer, mas que morresse lutando, servindo de inspiração, deixando as pessoas ao redor dela mais felizes, como fizeram o Dr. David Servan-Schreiber, a Hebe, Steve Jobs, e recentemente a querida Talia Castellano, entre tantas outras pessoas que tiveram amor à vida.

. Quer mandar uma dúvida ou sugestão? Escreva para alemdocabelo@gmail.com, vou adorar responder!

– Curta a página no facebook: https://www.facebook.com/alemdocabelo

373 comentários sobre “quando a realidade é melhor do que a ficção

  1. Perfeito! Câncer é uma doença horrível como várias, mas nem todo mundo se deixa abater. Eu lembro que era criança, quando minha avó teve câncer de mama, naquela época as coisas ainda eram bem mais atrasadas, e ela vivia fazendo piada por ter ficado sem parte de um seio e ele ter voltado a ser durinho! ahaha Infelizmente no caso dela o câncer passou pra outro órgão, mas existem vários casos curáveis. E você está certa, muito gente ainda confia em novela, eles deveriam pensar nisso com mais cuidado.

  2. gostei muito do texto.Pois tive um leomiosarcoma de cava raríssimo e desde o momento q descobri até a cura tive forças e minha vida seguiu normalmente bem diferente de Nicole que era deprimente de assistir.

  3. Lindo texto. Escrevi uma matéria quando trabalhava em um portal de notícias daqui de Pernambuco, o NE10, sobre o tema e falei com algumas pessoas que tiveram a doença e hoje estão felizes, curadas e de bem com a vida. O personagem dessa garota na novela distorce e muito a realidade! Segue link da matéria que escrevi. http://ne10.uol.com.br/canal/cotidiano/saude/noticia/2012/09/21/linfoma-mais-de-metade-dos-brasileiros-nao-conhece-a-doenca-369254.php

  4. Concordo com você em gênero, número e grau.Essa novela é péssima e a trama da Nicole, especificamente, foi e tem sido detestável. Essa coisa em relação ao cabelo… Senti isso na pele a vida toda. Meu cabelo é black, bem baixinho, desde sempre, e já sofri muito preconceito, ouvindo coisas do tipo: você é bonita, mas não posso namorar alguém com um cabelo igual ao seu, meus amigos iriam me zoar demais! Ou então: o seu cabelo é ruim, né? Ao que respondo:não. Ele nunca fez mal a mim ou a qualquer pessoa e não me incomoda em nada. Ele é muito crespo, não é ruim. Se cabelo define a pessoa, deve ter muita gente por aí achando que eu sou o cão de saia!!! Mau caráter e de olho junto…

    1. Nossa, Cátia! Acho que você procura os homens errados, heinnn??? Hahahaha Que gente besta, se um cara me dissesse isso acho que faria meu “cabelo ruim” dar uma surra nele!!! O cabelo não define a pessoa, nem quanto ao caráter nem quanto à beleza!

  5. Excelente texto e apaixonante depoimento! Parabéns pelo amor á vida e a uma Ética verdadeiramente humana demonstrada em suas palavras. Continue escrevendo!!!
    muitos, como eu, vamos gostar e aprender muito contigo.

  6. Oi, gostei do seu texto.
    Nao concordo cem por cento. De repente acho normal a pessoa sofrer e nao assumir a carapuça de guerreira, bancando a forte desde o inicio, da identificação do câncer.
    Mas ao mesmo tempo que penso dessa forma, tambem reflito: quem sou eu pra achar ou deixar de achar algo, quem passou pela situação foi você e encarou como podia.
    Talvez eu apenas nao seja tão forte.
    Com relação ao aspecto clínico da doença, da vontade de gritar para o autor deixar de ignorar a realidade e informar a população. Isso, com certeza, nao mudaria a história.
    Beijo!

  7. ridículo esta dando sentença de morte para quem tem esse tipo de câncer ou qualquer outro,ao invés de incentivar deixou muitas pessoas pra baixo.

  8. Muito bom o texto.
    O que me chamou atençao além do caos do corta nao corta cabelo foi essa de voce vai morrer em tanto tempo e se segure!
    Na minha familia tenho e tive “n” casos de cancer e ninguem deixou de lutar e ninguem ligou pra cabelo!
    Concordo plenamente a questao a respeito de que a tv e, principalmente, as novelas sao meios de informaçao para muitosssss!
    Como nao sei de medicina o que me choca ENORMEMENTE no caso de todas as novelas exibidas, não, não é exclusividade dessa (apesar que essa ganha!!!!) sao as questoes relacionadas ao direito!
    Juro que eles reconstruiram o direto de sucessoes e de familia! Ficçao é uma coisa, mas essa ultrapassa o mais que absurdo!
    Acho que ficou meio confuso, mas alguma coisa se salva!
    Para aqueles que acompanham a novela, nao acreditem no que eles falam sobre direito! 🙂

  9. Concordo em gênero,número e grau,com tudo do seu texto.A Globo perdeu uma grande oportunidade de passar excelentes ensinamentos sobre a doença e sobre como vencê-la ou tentar,pelo menos com muita dignidade!Estou te enviando positividade mais do que vc já tem e tenho certeza que vc já venceu!!Bjo no coração.

  10. Amei seu texto, faço faculdade a noite e não consigo acompanhar a novela mas acho que não estou perdendo grande coisa… Parabéns por suas belas e inteligentes palavras, estamos cercados de pessoas com câncer e que tem uma vontade incrível de viver e de vencer na vida. Obrigada por me proporcionar este lindo momento em minha vida!

  11. o que eu posso dizer, acompanho a novela e tenho cancer de mama, achei que o autor foi infeliz em fazer a personagem morrer.pra mim ficou a mensagem negativa de que quem tem cancer morrer, totalmente na contra mão de tudo que precisamos nesse momento.rosana viiera rio de janeiro

  12. Essa novela é uma palhaçada em todos os sentidos, meu pai morreu de cancêr a 3 anos, o cabelo dele caiu nos ultimos meses de vida, depois de quase 4 anos de tratamento, vi meu pai lutar, nunca vi ele reclamar, cancer de garganta, 3 anos sem se alimentar de comida solida, so liquidos, quimio, radio, e NUNCA ficou de xororo, mimimi, lutou pela vida ate o ultimo instante, mesmo com mestatase de pulmao, ligado a oxigenio, sonda gastrica, sem esperança nenhuma mais de vida, eu via meu pai sorrir, com otimismo, agora esse autor deixar essa menina so falando de morte, aff.. novela idiota, perdeu a chance de mostrar como realmente é um paciente oncologico, tem 6 meses, bora viver, e nao ficar se lamentando, ainda mais no caso dela, q o cancer era altamente curavel (soube por varios comentarios aqui), a globo nos enfia lixo guela abaixo e nao saimos da frente da televisao infelizmente =/ parabéns pelo seu texto, e que Deus continue ao seu lado nessa luta!

  13. Não sou muito de comentar em sites, massssss, desta vez eu preciso.
    Cooncordo em gênero , número e grau, trato um câncer a mais de 9 anos e ja fui abordado algumas vezes por amigos que me dizem que nem parece que estou passando pelo que estou… e sempre digo que não adianta ficar se lamentando ou se entregar a doença. esse negócio de ficar de mimimi não faz bem para ninguém, nem para o enfermo muito menos para os que o cercam. Mais uma vez a essas novelas criam situações sensacionalistas que não acrescentam nada para ninguém.

  14. Eu concordo…e principalmente com a parte de que o povo se informa pela TV. INFELIZMENTE no Brasil é assim. A senhorinha vai fazer a unha no salão e comenta “que a sobrinha da amiga dela tem a mesma doença que a mulher da novela das 9..e vai morrer”. Eu sou Fisioterapeuta, e fiquei muuuuito chateada com a atitude do autor em relação ao Fisioterapeuta da novela…. fazendo com que ele passasse “exercícios”…fazendo com que o personagem só respondesse “desculpe, não posso tratar sua coluna, você tem que passar por um médico antes”. O conselho de Fisioterapia ficou bem chateado. E eu também. Eu acho que já passou o tempo em que a novela era mexicana… o negócio tem que ser mais sério.

  15. Adorei o texto, Parabéns. Sou enfermeira e sempre achei absurdas não só algumas apresentações nas novelas de determinadas doenças, como também nas campanhas que assustam as pessoas ao invés de ajudar ou prevenir. Parabéns

  16. Vi que algumas amigas postaram esse texto no “Facebook” e o li de curiosidade. Não acompanho a novela, mas as reflexões são ótimas. Ganhei dois presentes: um texto bom e um blog interessante. E o que lhe retribuímos são boas energias e a torcida para que fique bem logo!

  17. O problema é que eles perdem muito tempo escrevendo sobre traições, pilantragens em vez de aproveitar que boa parte da população brasileira assiste novela e esclarecer assuntos delicados e até mesmo alertar. Faço tratamento de câncer e fiz quimio, posso dizer com toda a certeza que raspar a cabeça não é nada fácil, pra mim foi um dos momentos mais difíceis da minha vida, essa doença vem pra derrubar a nossa auto estima, mas sem fé e alegria para enfrentar tudo isso, realmente vai passar chorando e pode ter certeza que as pessoas que lutam contra essa doença são pessoas alegres e bem humoradas. Bjs

  18. Tive linfoma e também achei que a novela fosse prestar para informar algo a população. perdi tempo de ver uns capítulos para dar nisso! Lamentável!

  19. ADOREI SEU TEXTO. O AUTOR PERDEU A OPORTUNIDADE DE PASSAR UNA MENSAGEM DE OTIMOS PARA NOS QUE ENFRENTAMOS ESSA DOENÇA.BJS

  20. Muito bom ,texto! Sou interna , e estou atualmente passando na hematologia,tenho uma paciente de 16 com o Linfoma De Hogkin,ela deu entrada essa segunda para o segundo ciclo de QT,e foi inevitável a pergunta do esposo,após ter visto a novela,Muito triste que um meio de comunicação com tanto potencial,se limite a assustar e diminuir a esperança de pacientes ,com uma imagem tão errada e distorcida,da realidade do Linfoma de Hodgkin.

  21. Eu tive um linfoma de Hogdkins e morro de rir (pra não chorar) com a novela. Quanto absurdo. Será que pelo menos eu viro fantasma qdo morrer?

  22. Parabéns pelo texto, e pela tua firmeza, que a cada dia você se sinta melhor ainda para mostrar a todos nós como se luta diante das adversidades.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s