15 de setembro: dia do linfoma

Hoje, 15 de setembro, é o Dia Internacional de Conscientização sobre Linfomas. Para não deixar a data passar em branco, hoje vamos falar um pouco sobre o linfoma, o que é, quais as causas conhecidas, etc. Eu mesma, no momento em que fui diagnosticada, não fazia IDEIA do que era linfoma! Só entendi que era grave quando o médico falou “bla bla bla… câncer do sistema linfático…” ! Bem, vamos ao que interessa!Ah, antes de começar eu queria dizer que não consegui encontrar imagens pra esse post- “linfoma” não é uma boa palavra para pesquisar no google imagens – então desculpem se ele ficou sem graça!

Gianechinni é a unica coisa bonita que se encontra procurando "linfoma" no google!
Gianechinni é a unica coisa bonita que se encontra procurando “linfoma” no google!

O QUE É LINFOMA

O sistema linfático é composto por órgãos, vasos e tecidos linfáticos e pelos linfonodos (popularmente conhecidos como ínguas), que se distribuem em posições estratégicas do corpo para ajudar a defendê-lo de infecções. Esse sistema produz e transporta os glóbulos brancos, células que combatem as infecções e participam do sistema de defesa do organismo. O linfoma ocorre quando uma célula normal do sistema linfático se transforma, cresce sem parar e se dissemina pelo organismo.

Os diversos tipos de linfomas têm comportamento e grau de agressividade diversos. Eles podem ser divididos em dois grandes grupos: linfoma de Hodgkin e linfoma de não-Hodgkin. Os primeiros ocorrem em um tipo de célula linfoide conhecido como célula de Reed-Sternberge; os segundos são mais comuns e podem surgir em outras células do sistema linfático.  (Fonte: Drauzio Varella)

CAUSAS 

Ao contrário de outros tipos de câncer, é difícil dizer o que ocasiona o linfoma. Pode ser que uma infecção crônica tenha gerado uma mutação das células linfáticas, pode ter sido a exposição a algum produto químico, pode ser uma combinação de fatores… Linfoma é realmente uma loteria ao contrário!

SINTOMAS

O sintoma mais comum é o aumento de um ou mais linfonodos (ínguas), mesmo quando não há nenhuma infecção. Esse aumento costuma ser indolor – a pessoa sente apenas que está com um “caroço”, normalmente no pescoço, nas axilas ou na virilha. Outros sintomas são: perda de peso sem motivo, suor noturno, cansaço constante, febre persistente (sem sinal de infecção) e coceira pelo corpo. Além disso, um número bem pequeno de pacientes com Linfoma de Hodgkin tem alergia ao ingerir bebidas alcoólicas: sente palpitações, os braços ficam dormentes, começa a suar e se sentir estranho.

No meu caso, da primeira vez senti uma “bolinha” acima da clavícula (que cresceu rapidamente) e a alergia ao álcool. Esses dois sintomas me fizeram procurar um médico – confesso que eu estava mais preocupada em ser intolerante à cerveja do que com ter uma coisa crescendo no pescoço! De certa forma, posso dizer que a cerveja salvou a minha vida! Se não fosse meu amor por ela, teria demorado bem mais para procurar ajuda! Quando o linfoma voltou, não tive nenhum – eu disse NENHUM – sintoma! Fui diagnosticada por causa de uma tomografia, que mostrou um tumor, confirmado com a biópsia.

Esse é um grande problema no diagnóstico do linfoma: muitas vezes, essa é uma doença silenciosa, que demora muito para dar sinais externos. Como sabemos, quanto mais precoce o diagnóstico, maior é a chance de cura!

TRATAMENTO

O tratamento mais comum é a quimioterapia, sendo utilizados diversos protocolos. Alguns pacientes são submetidos à radioterapia após a quimioterapia, como complemento. Para os pacientes que têm linfoma pela segunda vez, ou em casos de linfomas mais agressivos – se utiliza quimioterapia de resgate (para matar os tumores) seguida de um transplante de medula óssea. No caso dos transplantes, existem dois tipos: o transplante autólogo (onde o paciente utiliza sua própria medula) e o transplante halógeno (com doador). Não vou entrar mais em detalhes pra não falar besteira! Qualquer dúvida, consulte um oncologista ou um hematologista! Nunca – eu disse NUNCA – procure no Google! Não faz bem pra cabeça nem pros olhos!

Nunca procure "linfoma" no Google - principalmente no Imagens!!! Consulte seu médico!
Nunca procure “linfoma” no Google – principalmente no Imagens!!! Consulte seu médico!

O mais importante é saber que LINFOMA TEM CURA! Não gosto de ficar falando em estatísticas, acho que isso só interessa aos médicos e profissionais da saúde! Pra nós, pacientes, o que importa é o sim ou o não! Existem pessoas que recebem péssimos prognósticos e vivem por anos, ou até mesmo se curam! Então, nesse caso,  o que interessa é que SIM – LINFOMA TEM CURA!

SAIBA MAIS SOBRE LINFOMAS

A ABRALE (Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia) faz um ótimo trabalho de conscientização e ajuda para pacientes que têm cânceres do sangue. Vale a pena conferir o site e se informar! Eles lançaram o Movimento Contra o Linfoma, cujo site você pode conferir clicando aqui e a página no facebook, aqui.

mv linf

.

.

.

– Quer mandar uma dúvida ou sugestão? Escreva para alemdocabelo@gmail.com, vou adorar responder!

– Curta a página no facebook: https://www.facebook.com/alemdocabelo

3 comentários sobre “15 de setembro: dia do linfoma

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s